O que é um Planeta e como é Difinido

Postado por Rodrigo Marques
Rodrigo Marques
Rodrigo Marques é empreendedor cultural, apaixonado pelas ciências astronômicas,
Usuário está offline
em Sistema Solar

o que e um planetaO que é um planeta? Netuno com sua lua Tritão ao Fundo na passagem da Voyager 2 em 1989.

Há poucos anos não poderíamos responder ao certo o que é um planeta. Atualmente podemos definir a anatomia de um planeta e o classificarmos em sua categoria correspondente. Mas o que faz um corpo celeste ser considerado um planeta? E Plutão, o que o rebaixou para "planeta anão"? Quantos planetas têm o Sistema Solar? Vamos descobrir agora!

Nos primórdios da astronomia um planeta era definido como um ponto brilhante no céu que se comportava diferente das estrelas. Planetas são iluminados pelo Sol e por isso sua luz não cintila ao cruzar nossa atmosfera.

Com o surgimento dos primeiros telescópios, foi possível observar esses pequenos pontos com mais clareza e até mesmo visualizar seus satélites, mensurar seu tamanho e distância em nosso sistema solar.

Em 18 de Fevereiro de 1930, Clyde W. Tombaugh encontrou o Planeta X, nomeado como o nono planeta, Plutão. Um objeto Trans-Netuniano medindo 2322 Km de diâmetro.

Por muito tempo Plutão foi considerado o nono planeta do Sistema Solar, mas vieram as descobertas de outros Objetos Trans-Netunianos como Quaoar e Sedna, muito semelhantes a Plutão. A comunidade astronômica defendia que Plutão era excepcional comparado a esses novos objetos e merecia continuar sendo considerado um planeta.

Então, Mike Brown e seu time anunciaram um objeto ainda mais massivo que Plutão, chamado Éris. Seria esse considerado o 10º planeta do Sistema Solar? A (IAU) União Astronômica Internacional começou a trabalhar em uma definição sobre o que é um planeta, logo que a descoberta de outros novos objetos massivos como Plutão presentes no Cinturão de Kuiper era iminente.

Requisitos para ser um Planeta

novo sistema solarO Novo Sistema Solar deveria possuir mais de 43 novos planetas.

Para evitar que o Sistema Solar tivesse mais de 43 planetas atualmente, a IAU colocou em votação alguns requisitos sobre características que um objeto no Sistema Solar deveria cumprir e possuir para ser considerado um planeta. Vamos conhecer esses requisitos e características.

Essas definições valem apenas para o Sistema Solar, não sendo aplicadas para outros sistemas em outras estrelas.

Orbitar o Sol

orbita plutaoPlutão e sua órbita elíptica e inclinada em relação ao outros planetas.

 

 

Um planeta deve obrigatoriamente orbitar o Sol. A Lua, por exemplo, é maior que Plutão, mas não pode ser considerado um planeta porque orbita um planeta e não apenas o Sol. Para corpos que orbitam planetas, dá-se o nome de Satélite. Plutão cumpre esse requisito perfeitamente.

 

 

 

Ter Massa Suficiente

Proteus Voyager 2Proteus, lua de Netuno possui superfície irregular, apesar de ser maior que a esférica Mimas.

 

 

Essa é uma das definições que garantem que todo planeta deve ter o formato esférico. O corpo precisa ter massa suficiente para que sua estrutura imploda em uma forma fluida e arredondada, criando o que é chamado de "equilíbrio hidrostático". Plutão, até onde sabemos, é redondo, então não há motivo para não ser considerado um planeta por falta de massa.

 

 

  

Limpar sua Vizinhança

limpar orbitaUm planeta precisa capturar outros objetos a sua volta e limpar a sua órbita.O planeta precisa ter gravidade suficiente para ter "limpado" o caminho da sua órbita. O objeto precisa ter capturado todos os corpos em sua vizinhança para ser considerado um planeta. Nesse ponto Plutão foi preguiçoso e não limpou o suficiente ao seu redor para ser considerado um Planeta. Isso fez a IAU criar novas classificações para enquadrar corpos intermediários a planetas e simples rochas.

 

 

 

 

 

 

Classificações dos Objetos do Sistema Solar

Planetas

Temos 8 Planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Planetas Anões

Plutão, Éris, Quaoar, Sedna, Haumea, Orcus e outros.

Pequenos Corpos do Sistema Solar

Asteroides, cometas, e outros que orbitam o Sol, menos os satélites.

Para se um planeta não basta nascer no cinturão Kuiper, tem que ser trabalhador, produzir forte influência orbital e absorver tudo ao seu redor. Além do mais, precisa ter o Sol como centro da órbita e, não menos importante; possui massa suficiente para apresentar o equilíbrio hidrostático que faz sua superfície tomar a forma esférica.

new horizons plutaoSonda Espacial New Horizon´s chega a Plutão em 2015.

Como em toda ciência, as coisas podem mudar com novas descobertas. Em 2015 a sonda espacial New Horizon´s deve alcançar Plutão, colhendo novos dados que podem surpreender a todos novamente. Podemos esperar a volta de Plutão como o 9º planeta? Só o tempo pode responder essa questão.

Deixe um comentário sobre o assunto. Participe!

Curso de Astronomia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
TAGs: Sem TAGs
Rodrigo Marques é empreendedor cultural, apaixonado pelas ciências astronômicas, que passa horas e horas observando o céu com um telescópio newtoniano refletor. "Astronomia expande a mente, faz sentir um pouco mais vivo!"

Comentários

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Visitante
Visitante Quarta, 17 Dezembro 2014
©2013 - SocialAstronomia.com